Lê a nossa página e vê o que fazemos!

12 fevereiro, 2013

Faça Lá Um Poema–Concurso

 

Foram apresentados a concurso setenta e sete poemas distribuídos do seguinte modo: vinte e quatro do primeiro ciclo, dez da Escola EB1 nº1 e catorze da Escola Eb1/JI de Ouressa; vinte e três do segundo ciclo e trinta do terceiro ciclo da Escola B2,3 Ferreira de Castro.

O Júri, constituído pelos professores, Cristina Marcelino do 1º ciclo, Mª de Fátima Ramos do 2º ciclo, Anabela Sá Sil do 3º ciclo e pelo diretor, António Castel-Branco, reuniu no dia cinco de Fevereiro de 2013 e selecionou os três poemas a enviar para o concurso, que são os seguintes:

1º ciclo

O MEU PEDIDO

Ao júri eu vou contar

Um poema de encantar,

o meu irmão vão conhecer

pois é dele que vou falar…

Aos seis anos eu pedi

uma irmã só para mim,

fiquei muito feliz

quando os meus pais disseram…sim.

A minha mãe ficou grávida,

fui a primeira a saber,

a partir desse dia

só a queria conhecer.

Dei-lhe o nome de Laura

e à espera dela fiquei

a barriga da mãe foi crescendo

e ansiosa, eu esperei…

Chegou o dia de saber

se era menina ou menino,

a minha mãe foi-me buscar à escola

e disse-me pelo caminho…

Vem aí, um belo rapaz

e teu irmão vai ser

fiquei muito triste, e perguntei…

Não se pode devolver?

A minha mãe riu-se e respondeu…

não somos nós que escolhemos,

aceita o que Deus te deu

e juntos, felizes seremos.

Tive de me habituar à ideia

de que um irmão iria ter,

já não se podia chamar Laura

E agora? O que fazer?

A minha mãe levou-me com ela

a um exame que fez,

fui a primeira, então

a ouvir o seu coração.

Aguardei muito contente,

e à espera do meu “pedido” fiquei,

falava com ele todos os dias,

na barriga da minha mãe.

Dia 27 de Junho

o meu irmão quis nascer,

lá fomos todos ao hospitalA cegonha trazendo

para podermos conhecer.

A partir desse dia

tem sido, uma grande confusão,

quando menos estou à espera

lá vem um pontapé, ou um puxão.

Este terrorista é meu irmão

mas é o meu irmão preferido,

a quem eu escolhi o nome

E decidi, … ”Serás Rodrigo”.

Daniela Rato, 4ºC da Escola EB1/JI de Ouressa

2º ciclo

POEMA

Tenho que fazer um poema…

Não sei o que dizer!

Mas que raio de dilema,

O que tinha de me acontecer!poema

Se calhar se eu pensar,

Rapidamente vou acabar…

Se eu puxar pela cabeça,

Pode ser que algo aconteça!

Normalmente é difícil rimar,

Mas com um bocadinho de prática

E sem pontapés na gramática

Hei-de conseguir acabar!

João Bento, 6ºB, Nº30

3º ciclo

EU NÃO SOU UM POETA 

Eu não sou um poeta

Mas gosto de escrever.

Escrever sobre as gaivotas,gAIVOTA

Sobre o sol a nascer

Sobre a lua, sobre a escola,

Sobre o gato , sobre a bola,

Sobre os livros , sobre amor

Com ternura e muito rigor.

Sobre os frutos e vegetais,

Sobre as asas dos pardais…

Há tanto para escrever,

Tanto para ensinar,

Tanto para aprender,

Tanto para observar…

O que posso escrever?

Romances de amor?

Ou talvez de terror

Há tanto para saber,

Tanto para responder

E tu, professor, não me queres dizer…

Não me queres dizer

Não me queres contar

Porque o céu é azul,

Porque marulha o mar…

E eu queria tanto saber!

Mas tu não me queres responder.

Solomiya Gerezhuk, 7ºC, nº 29 da Escola B2,3 Ferreira de C

06 fevereiro, 2013

Os 10 Mandamentos do Jovem Internauta


  1. Sê prudente, não sabes o que está por trás do ecrã do computador;
  2. Não digas o teu nome, nem a tua idade, nem a escola que frequentas;
  3. Nunca divulgues a(s) tua(s) password(s);
  4. Quando estiveres no chat, desconfia sempre de quem está do outro lado;
  5. Não dês o teu endereço, número de telefone, ou outro tipo de dados pessoais;
  6. Nunca envies qualquer foto tua, nem da família;
  7. Nunca aceites propostas de encontro sem informar os pais;
  8. Não acredites em todas as informações que recebes e lês;
  9. Não respondas a e-mails que te ofendam ou que desconheças o remetente;
  10. Se alguma foto te perturba, sai do site e avisa os teus pais.

Segurança na Net

Como estar na Internet em segurança? Clica nas palavras sublinhadas e testa a tua segurança.