Lê a nossa página e vê o que fazemos!

23 março, 2012

A Semana da Poesia

A semana da Poesia decorreu de 19 a 23 de Março. Realizaram-se muitas atividades.

  • Árvore da Poesia - Construímos uma árvore cujas folhas eram compostas por poemas de vários autores, selecionados por professores e alunos, que foi exposta na nossa Biblioteca;
  • Poemas Musicados - Declamaram-se poemas, com acompanhamento musical;
  • Andamentos - Dramatização de um sonho, a partir de diferentes andamentos musicais;
  • Intercâmbio intergeracional - Partilha de experiências vividas através da música e de poemas realizado com alunos e utentes do Lar de Mem Martins;
  • Oficina da Poesia - A partir de materiais propostos, os alunos de diferentes turmas elaboraram e declamaram poemas, na Biblioteca.


A Árvore da Poesia
Oficina da Poesia
Poemas Musicados
Andamentos



Andamentos



Intercâmbio  Geracional

No Meu Jardim - Miguel Torga

Mais um poema para celebrar a primavera e o Dia Mundial da Poesia.

20 março, 2012

A cidade dos deuses selvagens

Neste livro, Isabel Allende alerta o leitor para os problemas ecológicos que se fazem sentir na Amazónia e para o drama da extinção das tribos índias desta região, provocada pela exploração desenfreada dos brancos.

Sinopse
Depois de sua mãe adoecer, o jovem Alexandrer Col parte com a extravagante avó Kate, numa expedição da Internacional Geographic à selva amazónica, em busca de um estranho animal que muito pouca gente viu e que os indígenas chama de "a besta". Outros membros da expedição, dirigida por um petulante antropólogo, são dois fotógrafos, uma bela médica, um guia brasileiro e a sua surpreendente filha Nadia, com quem Alexandre trava uma amizade especial. Entre as missões da expedição está também a de vacinar os escorregadios índios, conhecidos como «o povo do nevoeiro». Uma história emocionante e comovente, que prende da primeira à última página e que alerta para os problemas ecológicos e para o drama terrível da extinção das tribos índias da região do Amazonas, como consequência directa da exploração desenfreada e irresponsável praticada pelos brancos. A Cidade dos Deuses Selvagens é uma viagem repleta de perigos, maravilhosas experiências e espectaculares surpresas, que irá certamente agradar, não só ao público juvenil, como aos habituais leitores de Isabel Allende.

16 março, 2012

Solidariedade Orgânica

Eis aqui o 2º classificado no nosso concurso "Eu Conto"..

O Salvador

Apresentamos aqui o conto 1º classificado, no nosso concurso "Eu conto". Este conto irá representar o nosso Agrupamento no concurso do PNL (Plano Nacional de Leitura).

15 março, 2012

Últimas Notícias do Sul

Esta é a proposta de leitura para a próxima sessão do Clube de Leitura
 
Sinopse


«Este livro nasceu como a crónica de uma viagem realizada por dois amigos, mas o tempo, as mudanças violentas da economia e a voracidade dos triunfadores transformaram-no num livro de notícias póstumas, no romance de uma região desaparecida. Nada do que vimos existe tal como o conhecemos. De certo modo fomos os afortunados que presenciaram o fim de uma época no Sul do Mundo. Desse Sul que é a minha força e a minha memória. Desse Sul a que me aferro com todo o amor e com toda a raiva.
Estas são, pois, as últimas notícias do Sul.»

Luis Sepúlveda
 

Ilustração com livros


Ilustração do polonês Jacek Yerka

13 março, 2012

A Missão - Clube de Leitura



No dia 17 de Fevereiro, decorreu mais um encontro do nosso Clube de Leitura. Os participantes leram "A Missão" de Ferreira de Castro e partilharam a sua opinião sobre esta obra.

06 março, 2012

A Missão

" (...) - Vossa Reverência mandou pintar a palavra «Missão» no telhado, não é verdade? - Sim...- respondeu hesitantemente o Superior, pondo a vaguear a expectativa sem compreensão. - Sim... Mandei... Porquê? Mounier baixou os olhos: - Desculpe-me, mas eu disse ao «Bagatelle» que não fizess aquilo sem receber nova ordem... Mounier sentiu que havia começado mal. Em vez de esvaziar pouco a pouco o saco, voltara-o de boca para baixo, mostrando logo o que trazia no fundo. Parecia-lhe que a sua timidez de agora se ligava, através do tempo, à timidez sofrida ante as pernas que se balouçavam, como um pêndulo a marcar horas de júbilo, numa longínqua manhã de sol. Ergueu a vista e encontrou os olhos surpreendidos e inquietos do Superior. - Ora essa! Porquê? (...) - Há apenas um motivo- disse - que pode levar os alemães a gastarem as suas bombas com uma aldeia tão humilde como esta em que vivemos: é a fábrica que existe aqui.(...)" Ferreira de Castro, "A Missão"

02 março, 2012

Alfred Nobel


O Homem da Dinamite

Exposição na Biblioteca
"Rir-se-ão de mim, o homem da dinamite feito amigo da paz. Mas, uma vez que os homens não escutam a razão, é necessário inventar um instrumento de morte para que, pelo medo, a Humanidade passe à Paz."

Esta é uma citação retirada de uma obra de Alfred Nobel, que vem justificar a sua dedicação à luta pela PAZ.

"EVA"






No âmbito da animação do livro e do conto, a escritora Margarida Botelho apresentou o seu livro "EVA" aos alunos da EB1/JI de Ouressa.



A escritora Margarida Botelho
Os alunos da EB1/JI de Ouressa