Lê a nossa página e vê o que fazemos!

06 outubro, 2010

A Selva, de Ferreira de Castro (1930)

 "Eu devia este livro a essa majestade verde, soberba e enigmática, que é  a selva amazónica, pelo muito que nela sofri durante os primeiros anos da minha adolescência e pela coragem que me deu para o resto da vida. E devia-o, sobretudo, aos anónimos desbravadores, que viriam a ser os meus companheiros, meus irmãos, gente humilde que me antecedeu ou acompanhou na brenha, gente sem crónica definitiva, que à extracção da borracha entregava a sua fome, a sua liberdade e a sua existência. Devia-lhes este livro, que constitui um pequeno capítulo da obra que há-de registar a tremenda caminhada dos deserdados através dos séculos, em busca de pão e de justiça.
A luta de cearenses e de maranhenses nas florestas da Amazónia é uma epopeia de que não ajuíza quem, no resto do Mundo, se deixa conduzir, veloz e comodamente, num automóvel com rodas de borracha - da borracha que esses homens, humildemente heróicos, tiram à selva misteriosa e implacável."
Ferreira de Castro, Pórtico,  in "A Selva"



05 outubro, 2010

Centenário da República Portuguesa

Em 2010, a República Portuguesa faz 100 anos. Foi a 5 de Outubro de 1910 que os Republicanos derrubaram a Monarquia, que governara o País desde a sua fundação, em 1143.
Para saberes mais, clica na imagem.